AO VIVO

sábado, 7 de junho de 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 Brasil: Grupo E


Chegamos ao Grupo E, da Copa do Mundo FIFA 2014. Neste grupo, temos a França como principal favorita a classificação, as emergentes seleções de Equador e Suíça  que lutam pela segunda vaga do grupo e a seleção que tem tudo pra ser o saco de pancadas, Honduras. Vamos a analise de cada seleção.

Lloris, Debuchy, Koscielny, Sakho e Evra; Matuidi, Cabaye, Pogba, Valbuena, Ribéry e Benzema. Acho que não foge disso. A defesa é mais ou menos... Mais é ótima do meio pra frente. Uma cabeça de área com Pogba e Matuidi compensa, Koscielny cresceu nessa temporada. Dois laterais mais velhos, mas bons defensivamente. Aliás, o Brasil tem a melhor zaga e a França a melhor dupla de volantes. Essa França é para o futuro, principalmente se levar em consideração a média de idade, mais especificamente para a Euro de 16 (em casa) e para a copa do Mundo Russo. A não ser que alguém se ache e estrague o ambiente. Deschamps foi perfeito ao não levar o Nasri. Acha que joga mais do que de verdade produz. Ele estragaria o ambiente, sem dúvida. Jogador mais ou menos que tem um ego de Ibra. Cabaye pode ser o 3ª volante, apesar de armar muito bem. Valbuena pela ponta direita e o Chucky (Ribery) pela esquerda, caso tenha possibilidade de jogar a copa, se não vai de Mavuba ou Sissoko. E o grupo é fácil. Estreia dia 15 contra a horrível Honduras, dia 20 pega a Suíça, no jogo da liderança. Dia 25 encerra contra o Equador. E por falar em Suíça, eu acho essa seleção mais forte que a favorita Colômbia de vocês. 


E sobre a situação de Ribery, De acordo com uma fonte da comissão técnica da França, o meia do Bayern de Munique está seguindo "um protocolo médico para que esteja recuperado dentro de oito dias".


Esta semana será crucial para o meio-campista, que iniciou uma corrida contra o relógio complicada. Caso o jogador não consiga se recuperar à tempo, Deschamps tem até o dia 14 de junho, véspera da estreia contra Honduras, no estádio Beira-Rio, para chamar um substituto.

Goleiros: 
Hugo Lloris (Tottenham/ING)
Stéphane Ruffier (Saint-Etienne/FRA)
Mickaël Landreau (Bastia/FRA)

Defensores
Mathieu Debuchy (Newcastle/ING)
Lucas Digne (Paris Saint-Germain/FRA)
Patrice Evra (Manchester United/ING)
Laurent Koscielny (Arsenal/ING)
Eliaquim Mangala (Porto/POR)


Bacary Sagna (Arsenal/ING)
Mamadou Sakho (Liverpool/ING)
Raphaël Varane (Real Madrid/ESP)

Meio-campistas: 
Yohan Cabaye (Paris Saint-Germain/FRA)
Clément Grenier (Lyon/FRA)
Blaise Matuidi (Paris Saint-Germain/FRA)
Paul Pogba (Juventus Turin/ITA)
Rio Mavuba (Lille/FRA)
Moussa Sissoko (Newcastle/ING)
Mathieu Valbuena (Marseille/FRA)
Remy Cabella (Montpellier)
Schneiderlin (Southampton)
Atacantes: 
Karim Benzema (Real Madrid/ESP)
Olivier Giroud (Arsenal/ING)
Antoine Griezmann (Real Sociedad/ESP)
Loïc Rémy (Newcastle/ING)



Benaglio, Lichsteiner, Djourou, Schär, Rodriguez; Behrami, Dzemaili, Shaqiri, Stocker e Inler; Drmic. França e Suíça será um bom jogo. Decidirá o 1º lugar. Faz alguns anos que a Suíça deixou de ser uma equipe apenas preocupada excessivamente com a defesa, fazendo jogos horrorosos. Hoje possui um time mais apurado tecnicamente, o destaque são os ótimos laterais que possui, podendo tornar a equipe mais vertical e mais “lateralizada”, abusando de jogadas na linha de fundo. Lich e Rodriguez são bem ofensivos, Lichsteiner joga como ala no 3-5-2 da Juventus e Rodriguez é muito importante no sistema ofensivo do Wolfsburg. Para sustentar laterais tão ofensivos é necessário um meio campo menos ofensivo, mas conta com jogadores muito técnicos no ataque. Enfim, é um time que pode fazer muito barulho nessa copa do mundo.


Responsável pela última derrota da Seleção Brasileira, em amistoso realizado em agosto do ano passado, a Suíça está no Grupo E da Copa do Mundo e estreia no dia 15 de junho, diante do Equador, no Estádio Nacional de Brasília.





Goleiros: 
Diego Benaglio (Wolfsburg)
Roman Bürki (Grasshopper)
Yann Sommer (Basel)


Defensores: 
Steve von Bergen (Young Boys de Berna)
Johannes Djourou (Hamburgo)
Michael Lang (Zurich Grasshopper)
Stephan Lichsteiner (Juventus de Turim)
Ricardo Rodriguez (Wolfsburg)
Fabian Schär (Basel)
Philippe Senderos (Valencia)
Reto Ziegler (Sassuolo Calcio)

Meio-campistas: 
Tranquillo Barnetta (Eintracht Frankfurt)
Valon Behrami (Napoli)
Blerim Dzemaili (Napoli)
Gelson Fernandes (Freiburg)
Gökhan Inler (Napoli)
Xherdan Shaqiri (Bayern de Munique)
Valentin Stocker (Basel)

Atacantes: 
Josip Drmic (Bayer Leverkusen) 
Mario Gavranovic (FC Zurich)
Admir Mehmedi (Freiburg)
Haris Seferovic (Real Sociedad)
Granit Xhaqa (Borussia Mönchengladbach)

Em 2006, Suíça e França estiveram no mesmo grupo e a Suíça terminou na frente dos franceses.





O Equador vem disputando com frequência Copas do Mundo. Isso pode pesar na hora de decidir uma classificação para a segunda fase. Sem o principal jogador, Chucho Benitez, que faleceu a 1 ano. Antonio Valencia e Felipe Caicedo são os principais nomes da Seleção Sul-Americana.

Reinaldo Rueda acredita que Equador e Suiça chegam com as mesmas chances de classificação, apesar dos suiços terem jogadores em grandes ligas da Europa.

Vamos a lista do Equador: 




Goleiros:
Máximo Banguera (Barcelona-EQU)
Alexander Domínguez (LDU-EQU) 
Adrián Bone (El Nacional-EQU).

Defensores: 
Jorge Guagua, Gabriel Achilier e Óscar Bagüí (Emelec-EQU)
Juan Carlos Paredes (Barcelona-EQU)
Frickson Erazo (Flamengo)
Walter Ayoví (Pachuca-MEX)
Cristian Ramírez (Fortuna Düsseldorf-ALE).

Meias
Pedro Quinónez (Emelec-EQU)
Luis Fernando Saritama (Barcelona-EQU)
Carlos Gruezo (Stuttgart-ALE)
Antonio Valencia (Manchester United-ING)
Segundo Castillo (Al Hilal-CAT)
Cristhian Noboa (Dínamo de Moscou-RUS)
Renato Ibarra (Vitesse-HOL).

Atacantes 
Armando Wila (Universidad Católica-EQU)
Jefferson Montero (Morelia-MEX)
Jaime Ayoví (Tijuana-MEX)
Fidel Martínez (Tijuana-MEX)
Enner Valencia (Pachuca-MEX)
Joao Rojas (Cruz Azul-MEX)
Felipe Caicedo (Al Jazira-EAU).

HONDURAS
Chega pra ser o saco de pancadas do Grupo. Apesar de estar na sua segunda Copa seguida, Honduras ainda não venceu nenhum jogo. Além disso, é um time com média de idade alta, 29 anos. Apesar de ter alguns jogadores jogando na Europa, nenhum deles é titular. Podemos destacar Wilson Palacios, que joga no Stoke City. Palacios já teve passagem pelo Tottenham, mas nunca se firmou. Maynor Figueroa é titular no Hull City e Espinoza é o décimo segundo jogador do Wigan. 

Noel Valladares, goleiro é um dos mais experientes do time, é considerado baixo pra posição. Joga bastante adiantado, mas é muito ágil. 

Honduras é um time que não alivia nas divididas. Em amistoso contra o Brasil, jogadores desceram a porrada em vários jogadores da Seleção Brasileira. Neymar foi um dos mais caçados em campo. 

Se Honduras não vai com muita perspectiva de classificação, seus adversários não podem vacilar nos jogos contra eles.
Goleiros: 
Noel Valladares (Olímpia)
Donis Escober (Olímpia)
Luis López (Real España).

Defensores: 
Víctor Bernárdez (San José Earthquakes)
Juan Pablo Montes (Motagua)
Bryan Beckeles (Olimpia)
Emilio Izaguirre (Celtic)
Osman Chávez (Quingdao Jonoon)
Maynor Figueroa (Hull City)
Juan Carlos García (Wigan).

Meio-campistas: 

Wilson Palacios (Stoke City), 
Marvin Chávez (Colorado Rapids)
Edder Delgado (Alajuelense) 
Boniek Garcia (Houston Dynamo)
Roger Espinoza (Wigan)
Andy Najar (Anderlecht)
Luis Garrido (Olimpia-HON)
Jorge Claros (Motagua)
Mario Martinez (Real Espana).

Atacantes
Carlo Costly (sem clube), 
Jerry Bengtson (New England Revolution)
Rony Martínez (Real Sociedad de Honduras) 
Jerry Palacios (Alajuelense).

Técnico: Luiz Fernando Suárez.


Jogos
Grupo E
15/06  13h Suíça x  Equador, Estádio Nacional Mané Garrincha
15/06 16h França x Honduras, Estádio Gigante da Beira-Rio

20/06 16h Suíça x França, Estádio Fonte Nova
20/06 19h Honduras x Equador, Arena da Baixada

25/06 16h Honduras x Suíça, Arena da Amazônia
25/06 17h Equador x França, Estádio do Maracanã