AO VIVO

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

A Champions Está de Volta

  • Paris St-Germain 1-1 Chelsea FC
Para quem sentia falta, a rodada que começou a fase mais emocionante da maior competição de clubes do mundo,a fase de mata mata, foi logo com grandes jogos. Os milionários PSG e Chelsea fizeram do Parc des Princes em Paris o palco de um dos confrontos mais esperados dessas oitavas. Chelsea como atual líder da Premier League, e PSG na 3º colocação da Ligue 1 com uma sequência de resultados ruim dava o favoritismo da partida aos britânicos. Entretanto,a sombra do bom time do PSG da temporada passada apareceu naquela noite. O time francês veio postado no seu habitual 4-3-3,com uma singular diferença, David Luiz,enfrentando sua ex equipe,dessa vez como primeiro volante devido às ausências de Cabaye e Thiago Motta. Já o Chelsea no seu 4-2-3-1 com Fábregas como meia central,onde não encontrou espaço para trabalhar. Apesar de começar atrás do placar no fim do primeiro tempo, o Paris procurou dar profundidade ao jogo pelas pontas, uma vez que o meio carecia de criação e tinha um Chelsea bem organizado defensivamente. É notável a falta de criatividade que o meio do PSG tem nos últimos jogos,onde deve encontrar solução com a entrada do argentino Pastore. No geral,um jogo movimentado,onde o Chelsea leva a vantagem de um gol fora de casa para a Inglaterra. O favoritismo continua com o time de Mourinho, mas com um PSG que demonstrou força ofensiva e que deve dar trabalho aos Blues. Promessa de jogo movimentado no próximo dia 11.



  • Shakhtar Donestk 0-0 FC Bayern München 

No outro confronto, Bayern de Munique e Shakhtar Donetsk bateram cabeça na Ucrânia. Mesmo com o franco favoritismo, o Bayern,postado num 4-2-3-1 com a variação para 3 zagueiros, encontrou dificuldade contra o 4-2-3-1 cheio de brasileiros do time da casa. Os bávaros não acharam o espaço necessário para a sua circulação ofensiva, e perderam ainda mais força com a expulsão de Xabi Alonso,peça importante para a saída lavolpiana do time,com o segundo cartão amarelo depois de um carrinho despretencioso. A partida terminou em um amargo 0 a 0, com a decisão no dia 11 na Alemanha. Expectativa para observar como Guardiola irá armar o time,oscilante nesse começo de ano, sem Xabi.



  • FC Schalke 04 0x2 Real Madrid CF

O destaque da quarta-feira na Champions ficou para o confronto do Schalke 04 contra o atual campeão, Real Madrid, com uma alteração nova e esperada no time titular: Lucas Silva. O volante brasileiro teve sua primeira experiência como titular nos merenges, e também debutou na Champions, marco para a carreira do atleta,que buscou participação nos 90 minutos,mas foi pouco acionado. Jogando em casa, os azuis reais vieram montados em um 5-3-2 que vem dando resultado nos últimos jogos,estratégia do chamado retranqueiro,mas inteligente, Roberto Di Matteo. A defesa em linha pouco suportou depois de um cruzamento para Ronaldo abrir o placar. O Real, no padronizado 4-3-3,só precisou administrar a partida,com problemas para ultrapassar a grande barreira alemã à sua frente. Isco demorou para se encontrar em campo, e é clara ainda a falta que Modric faz ao meio. Expectativas para a eventual evolução de Lucas Silva,que pode atuar até na posição de Kroos,como regista. O segundo gol veio no final,com um belo chute do lateral Marcelo,sacramentando a vitória e dando tranquilidade para o jogo de volta no Bernabéu, dia 10.

  • FC Basel 1-1 FC Porto
O outro jogo aconteceu na Suíça,com o Basel recebendo o Porto. O time da casa,em um 4-2-3-1, saiu logo com a vantagem no placar sobre o time português,no seu efetivo 4-3-3. O jogo continuou difícil,pegado,com um gol invalidado do volante Casemiro pelo Porto. O empate dos dragões veio no final, em um penâlti cometido pelo zagueiro argentino Samuel. Mão na bola clara, e penâlti convertido pelo emergente lateral brasileiro Danilo. Desse modo, o time português,assim como o Chelsea,pode até empatar sem gols na partida da volta e se classificar. Favoritismo para essa equipe bem construída do Porto,que deve dar trabalho à qualquer um se avançar às quartas.


Texto: Guilherme Conrado
Fotos: UEFA.com (GettyImages)