AO VIVO

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Menos Três

A semana foi trágica para os clubes brasileiros na Copa Libertadores da América. Na terça, o Atlético Parananense foi eliminado em La Paz, pelo Strongest. A quarta-feira foi de dor para dois times do Rio de Janeiro. Flamengo e Botafogo deram a adeus a Copa na fase de grupos.

Foto: Reuters


No Maracanã, o Flamengo perdeu para o León. Não, não foi surpresa, pelo fato do León ser um time melhor que o Flamengo. Desde os primeiros minutos de jogo, já se notava que a noite seria longa para os rubro-negros. Percebíamos um time do Flamengo bem cansado e com poucas possibilidades de vencer o jogo. Nem mesmo o décimo segundo jogador, a torcida conseguiu ajudar o Flamengo. Os 60 mil torcedores, não conseguiram dar aquele "up" para o time. 

Flamengo nunca esteve a frente do placar. O León saia na frente, o Flamengo tinha que correr atrás do placar e buscar o empate. Mauro Boselli, mais uma vez, fez uma partida espetacular e o time mais completo que o time Rubro-Negro.

Foto: Reuters

Na Argentina, já era tragédia anunciada. Nem o torcedor do Botafogo acreditava. A derrota para o Unión Española no Maracanã sepultou todas as chances dos alvinegros. Todos no Nuevo Gasômetro e quem estava no Brasil já sabia que o Ciclón venceria. O bolão estava sendo organizado pra saber de quanto o time do Papa ganharia o jogo.
O que chamou a atenção nesse grupo, nem foi o jogo dos potenciais classificados, foi no Santa Laura. Unión Española e Independiente del Valle fizeram um dos jogos mais sensacionais de 2014. Era uma troca de gols intensa, insana. O estreante na Copa Libertadores, del Valle fez um ótimo papel e ficou precisando apenas de um gol de diferença para garantir a classificação.
O final de jogo no Gasômetro, os jogadores do Ciclón ficaram no campo esperando o final de jogo la em Santiago, para comemorar a vitória. Foi o que aconteceu, o time do Papa está na terceira fase da Libertadores.

No Mineirão, o Cruzeiro atropelou o Real Garcilaso, fez saldo de gol e avançou as oitavas. Pelo potencial do elenco, o Cruzeiro era pra garantir a classificação em primeiro e com rodadas de antecedência. Pela primeira vez na história da Libertadores, o campeão Brasileiro pegou um grupo fácil. Os tropeços contra o Defensor e a derrota para o Garcilaso na primeira rodada, deixaram o Cruzeiro praticamente fora da Libertadores. A vitória no Nacional de Santiago ressuscitou o Cruzeiro, que atropelou o Garcilaso e avançou.

Grêmio e Atlético Mineiro se classificaram com antecedência. O tricolor dos pampas saiu do chamado grupo da morte e passou sem dificuldades. O Galo, atual campeão, não jogou ainda toda a bola que jogou na Libertadores da temporada passada, mas se classificou também com antecedência.

Dos 6 brasileiros, apenas 3 avançam a fase de oitavas. Na quinta-feira, Atlético e Grêmio jogam em suas respectivas casas para somar mais pontos e com isso subir na classificação geral da Libertadores, já pensando lá na frente. Lembrando que os melhores colocados na classificação geral, decide em casa a classificação.