AO VIVO

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

A escolha de Seedorf


No inicio da tarde desta terça-feira (14-01), o holandês Clarence Seedorf anunciou o final de sua carreira de jogador e o inicio de sua nova empreitada como treinador.

Seedorf já tinha declarado em várias entrevistas, que após o final de sua carreira vitóriosa como jogador profissional, migraria automaticamente para o reservado, para ser técnico de futebol. Silvio Berlusconi, dono do Milan e ex-primeiro Ministro italiano, já havia manifestado o interesse em contar com Seedorf no banco de reservas do Rossonero. Ao final de 2013, tanto o Milan, quanto o técnico Massimiliano Allegri já tinham dito que um não continuaria com o outro, que o casamento estava acabando. 


A péssima campanha no Campeonato Italiano, os problemas com alguns jogadores e principalmente, a antipatia com Berlusconi, não o Sílvio, mas a Bárbara apressaram a saída de Allegri e também o planejamento de Seedorf, que era de disputar a Libertadores com o Botafogo e depois se apresentar ao Milan para assumir como técnico. 


Mas, um modesto time e um jovem jogador foram os responsáveis pela aposentadoria de Seedorf e a demissão de Allegri. Era um domingo qualquer, um jogo a noite, no horário nobre da Itália. O Milan, viajou para encarar o recém promovido Sassuolo. O time, que disputa pela primeira vez a Série A TIM, costuma passar por Série B e a Série C1, a terceira divisão da Itália.

Chegou a primeira divisão sem nenhuma perspectiva de permanecer nela, tanto que está dentro da zona de rebaixamento. Mas esse domingo foi especial para a torcida do Sassuolo. Enfrentar o grande Milan, não é para qualquer um. 

O Milan abriu 2-0 naturalmente, com Robinho e Balotelli. Parecia que o rossonero passaria o carro, mas um moleque de 19 anos resolveu mostrar para o Mundo, que o Sassuolo está afim de permanecer na Série A. O nome dele? Domenico Berardi, atacante 19 anos, que já foi negociado com a Juventus. 

Foram 4 gols desse moleque atrevido, numa virada espetacular do pequeno Sassuolo. O resultado foi marcante, tanto que Bárbara Berlusconi, a filha do dono e manda-chuva do Milan, já soltou uma nota após a partida de que era inaceitável o resultado do domingo. 

Inaceitável talvez seja, Bonera, Zapata e Mexès vestirem a camisa do Milan, né? Mas enfim, o resultado caiu como uma bomba em Milanelo e as mudanças que seriam feitas ao final da temporada, foram antecipadas para esse ínicio de 2014. 

Seedorf chegaria para ser técnico com uma equipe de ex-jogadores do próprio Milan, como Pippo Inzaghi, Japp Stam e Hernán Crespo, se somariam a Clarence para formar a comissão técnica.

O ex-jogador do Botafogo chega inicialmente para apagar o incendio da décima primeira posição Campeonato Italiano. Mas, como o Milan não tem dinheiro, o primeiro grande desafio de Seedorf é montar um time com Zapata, Bonera, Mexès, Emmanuelson e De Jong. 

Boa sorte ao Seedorf nesse grande desafio.