AO VIVO

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

FUTEBOL REFLEXIVO: Por um Futuro Mais Digno



Definitivamente essa temporada vai entrar pra história do United por dois aspectos; o primeiro é sem dúvida, que não temos mais a lenda escocesa, Ferguson, no banco depois de 27 anos, e a segunda é a não disputa de título por parte dos Red Devils em muitos anos. Nem sequer está entre os 4 melhores da Premier League. Hoje, o United é o 7° lugar. Desde de 1992, quando foi criada a Premier League, as piores colocações do Manchester foram nas temporadas, 2001, 2002 e 2004, um 3º lugar, o que significa, que David Moyes pode conduzir o United a uma campanha histórica no sentido negativo, não chegar entre os 4 e ficar fora da UCL.


Moyes, na minha opinião, não sabia o que é o tamanho do Manchester United e a cobrança que está por trás desse gigante europeu, descontando o fato de ser sua primeira temporada, ele não consegue dar uma identidade ao time. Acho ainda que ele começou fazendo errado, em apostar num elenco cansado e de idade elevada, fazendo o grande investimento em um jogador (na minha opinião) bem questionável em relação a valor, 27 milhões de libras (em torno de 100 milhões de reais). Investimento alto em apenas um jogador, com carências evidentes no elenco.



A campanha é bizarra, são 6 derrotas, 4 delas em casa e 2 fora, ou seja, em casa não é mais a fortaleza. 10 gols sofridos em casa. Conseguiu uma sequencia boa de vitórias, mas a duas últimas, especificamente diante do Hull e Norwich, muito mais na força da camisa do que futebol, a derrota diante do Tottenham expôs ainda mais a fragilidade defensiva e a falta de criatividade do meio campo.


Agora em janeiro, a janela de transferências estará aberta para corrigir alguns problemas. Se o United quiser disputar a próxima UCL, precisa reforçar o elenco urgentemente. José Mourinho lá de Londres já deu indícios que não contará com Juan Mata, há um choque entre o ótimo meia espanhol e o técnico português. Mata cairia como uma luva no United, será que o professor Moyes está ligado nesse embrolho, ou ele prefere trazer alguém da trupe do Everton. Se for pensar na forma de jogar do United, um 4-2-3-1, Mata e Rooney poderiam fazer essa função na linha de 3 com o aproveitamento de Januzaj, que pode ser uma boa alternativa por ser jovem e Van Persie, saudável, no comando do ataque.


Jogadores como Valencia, Kagawa, Nani e Ashley Young seriam ótimas moedas de troca. Para finalizar, o United precisa de um zagueiro, um meia, um lateral direito e um volante. 


Meu time ideal seria: De Gea; Van Der Wiel, Vidic e Hummels; Baines; Carrick e Verratti; Mata, Rooney e Januzaj e Van Persie.



Texto de Emanuel Mourão